Formação de Jovens

ED 02Ser jovem no Brasil contemporâneo é estar imerso em uma multiplicidade de processos identitários, posições e vivências. É estar em um momento de transição entre velhos e novos padrões de passagem para a vida adulta, onde as trajetórias se fazem em sequências múltiplas e não lineares.

Diante dessa complexidade faz-se necessário o reconhecimento da existência de diversas juventudes, muitas vezes em um mesmo território, compondo um complexo mosaico de experiências que precisam ser valorizadas no sentido de se desenvolver ações que promovam os direitos dos/das jovens.

Conforme a UNESCO, cinco elementos devem estar presentes nas ações que reconhecem os jovens como sujeitos de direito em uma fase singular da vida:

  • a obtenção da condição adulta como uma meta;

  • a emancipação e a autonomia como trajetória;

  • a construção de uma identidade própria como questão central;

  • as relações entre gerações como um marco básico para atingir tais propósitos;

  • as relações entre jovens para modelar identidades, ou seja, interação entre pares como parte do processo de socialização.

 


Elaine

Coordenação Geral:
Ass. Social Elaine Amazonas.